Notícias, Videodança

Portas: videodança infantil viaja pelas passagens da imaginação

A proposta artística “Portas”, da bailarina Flor Violeta, da cidade de Rio de Contas na Chapada Diamantina, faz parte da lista de projetos selecionados pelo edital Prêmio Dança para Infância – Processos de Criação Artística 2020 – 1ª edição, da Fundação Cultural do Estado da Bahia.

Em formato virtual, a Funceb, por meio do edital, selecionou quatro propostas de processos criativos em dança para infância, realizados por artistas da dança da Bahia, sendo dois do interior do estado e dois de Salvador e região metropolitana, buscando fomentar e incentivar ações formativas para processo de pesquisa e criação em dança.

“Portas” é um convite a uma viagem inusitada por salas, quartos e escadas, através de portas dos mais variados tamanhos e estilos. “Em cada passagem encontramos ‘outro mundo’ onde a imaginação se mistura com o real, onde personagens e objetos dançam. Este trabalho de videodança propõe um olhar diferente sobre o espaço que habitamos. Ao abrir uma porta simbolicamente um novo universo se descortina, como a imaginação infantil”, explica a proponente do projeto, Flor Violeta.

Sobre as locações, ela ainda descreve: “tudo acontece dentro dos casarios seculares e em casas modernas, com cômodos simples ou requintados, que se mesclam na cidade histórica de Rio de Contas, nos levando a um universo atemporal”.

A criação coreográfica é de Flor Violeta e a criação musical do videomaker, músico e compositor, Miguel Bartilotti.

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend