Espetáculos, Notícias

Itaú Cultural apresenta espetáculo e oficina de dança com influência da cultura indígena

De 24 a 26/06, as artistas pernambucanas e irmãs gêmeas Iara e Íris Campos apresentam, na Sala Multiúso, no Itaú Cultural, o espetáculo Arreia. Ele é inspirado no caboclinho – performance artística que reúne elementos de dança e música e apresenta narrativas de guerreiros e heróis, com influência da cultura indígena, considerada Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil desde 2016.

Em dupla programação, elas também realizam, no sábado e domingo, aulas com as bases corporais compostas para a apresentação, proporcionando, na prática, a experimentação dos passos deste legado cultural. As duas atividades são gratuitas e individuais, podendo ser realizadas em separado ou no conjunto.

Em Arreia, Iara e Íris fazem, em cena, uma relação entre esta performance de influência indígena e ancorada no universo dos sonhos com o grupo pernambucano Caboclinho 7 Flexas, o qual elas integram desde 2004. A agremiação, criada no início dos anos de 1970 em Recife pelo Mestre Alfaiate, é hoje capitaneada por seu filho, Paulinho 7 Flexas, que assina a direção do espetáculo.

Descendentes dos povos originários, as artistas e Paulinho levam ao palco uma narrativa que honra seus antepassados. Além disso, abordam suas resistências e os novos conceitos para ações como preservação e manutenção de suas culturas.

Foto: Júlio Morais

Oficina

Iara e Íris estendem a experiência do espetáculo à oficina Caboclinho, Ancestralidade e Ritual no Corpo Contemporâneo, realizada em turma única que se desdobra em duas aulas, uma no dia 25 e outra no dia 26 (sábado e domingo). Fazendo referência às batalhas dos povos indígenas contra o invasor, os festejos das aldeias e a ligação entre a espiritualidade e as forças da natureza, a aula de sábado tem como base os ritmos guerra e baião, e a do domingo, o perré e a macumba.

O ritmo guerra faz uma preparação do corpo para luta, enquanto o baião representa o festejo como identidade. O perré, por sua vez, entende o chão como ponte para o divino e a macumba encontra na fumaça e nas plantas o poder de conexão espiritual. Este é o ponto de partida para essa experimentação, cuja referência é o corpo brincador do Caboclinho 7 Flexas.


O que: espetáculo Arreia | com Iara Campos e Iris Campos
Quando: 24 e 25/06, às 19h | 26/06, às 18h
Onde: Sala Multiuso (piso 2 do Itaú Cultural)
Quanto: gratuito
Ingressos: reservas pela plataforma INTI (acesso pelo site www.itaucultural.org.br)

O que: Oficina Caboclinho, Ancestralidade e Ritual no Corpo Contemporâneo
Quando: 25 e 26/06, das 10h às 13h
Onde: Sala Multiuso (piso 2 do Itaú Cultural)
Quanto: gratuito | 20 vagas
Inscrições: plataforma INTI (acesso pelo site www.itaucultural.org.br)

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend