Notícias, Universo da Dança

Estreia da 2ª temporada da série “Coreografia, o desenho da dança no Brasil”, no Canal Arte1

Nesta sexta (24/03), às 18h, o Canal Arte 1 estreia a segunda temporada da série “Coreografia, o desenho da dança no Brasil”, produzida pela Aiuê. Nesta temporada, o programa observa o processo de sete dos mais impactantes coreógrafos brasileiros, entre eles, um dos colunistas do portal Dança em Pauta, Jomar Mesquita, diretor da Mimulus Cia de Dança, de Belo Horizonte. Os outros seis profissionais também destacados na série são: Sandro Borelli (tema do primeiro episódio), Claudia Palma, Maurício de Oliveira, Rui Moreira, Marcia Milhazes e Mariana Muniz.

Desta vez, enquanto desenvolvem e refletem sobre seu novo trabalho em cartaz, os artistas são retratados não apenas como criadores de obras que seduzem os aficionados pela dança, mas, sobretudo, expõem suas subjetividades como seres em busca de integrar mente, corpo e arte. A proposta é transbordar o interesse de quem já gosta de dança e dialogar com um público ainda mais amplo, capaz de dançar com os olhos e se identificar com a faceta humana de cada artista.

O Arte 1 pode ser assistido nos canais: 183 da Sky, 53 da NET, 31 da Claro, 85 da Oi, 84 da GVT, e na Vivo TV 102 (cabo), 555 (satélite) e 627 (fibra). A série “Coreografia, o desenho da dança no Brasil” vai ao ar todas às sextas, às 18h, com reprises aos sábados, às 23h; domingos, às 12h; quartas, às 9h30; e quintas, às 20h30.

Confira a vinheta de abertura e também a sinopse e programação de exibição da série, que conta com 7 episódios de 52 minutos cada:

24/03 – Sandro Borelli
“Criar coreografia é um ato de tormento”. Adentrar o universo de Sandro Borelli – o maior representante brasileiro da dança política, segundo a afiada crítica Helena Katz –, criador da companhia Carne Agonizante, é para corajosos. Em pleno outubro de 2016, um dos mais tensos períodos da vida pública nacional, o coreógrafo abre seu processo criativo às câmeras e expõe os conflitos que pautam sua polêmica obra “Colônia Penal” – adaptação coreográfica do conto homônimo de Franz Kafka, tão contemporâneo hoje como no início do século XX.

31/03 – Claudia Palma
Claudia Palma é um dos grandes nomes da dança brasileira. Criadora inquieta, sua arte transborda diversidade em corpos, estilos e temas e carrega seus importantes papéis como primeira bailarina de grandes companhias, a duradoura parceria com Armando Aurich e a decisão de largar a zona de conforto e tornar-se criadora. Neste episódio, o espectador realiza um mergulho profundo no processo de Abissal, seu último trabalho, cocriado com os bailarinos da sua iNSaio Cia de Arte. Pautado pelo improviso, Abissal empurra a coreógrafa e diretora Claudia Palma a uma difícil revisão de expectativas e modos de trabalhar e convida os espectadores a realizar o seu próprio mergulho naquilo que lhes é mais profundo.

07/04 – Maurício de Oliveira
Depois de uma grave lesão que o tirou dos palcos, o dono de um dos corpos mais expressivos da dança contemporânea passa a ser visto não apenas como um coreógrafo mas também como um multiartista em busca de dissolver as fronteiras entre consciente, inconsciente, realismo, surrealismo, corpo e mente no mesmo caldeirão da “Trilogia Alquímica”, a impactante obra à qual Maurício de Oliveira se dedica nos últimos anos.

14/04 – Rui Moreira
A fluidez e presença de Rui nos palcos, desde seus tempos de Grupo Corpo, sempre fizeram dele “o corpo do qual os olhos não desgrudavam”, como muitos diziam. De seu início na companhia Cisne Negro ao encontro com as raízes africanas no Senegal – onde fez uma imersão para criar o espetáculo Co ÊS, retratado neste episódio – a trajetória de Rui é a de um verdadeiro Anjo 45, como canta Jorge Ben: guerreiro e sedutor.

21/04 – Jomar Mesquita
Jomar Mesquita e sua companhia Mimulus são os maiores representantes da inserção da chamada dança de salão no mundo das danças cênicas. Com um virtuosismo e apuro técnico poucas vezes visto, que, segundo a crítica Helena Katz, vem do conhecimento profundo que ele tem do métier, Jomar é um dos responsáveis pelo surgimento do que hoje já se convencionou chamar de dança de salão contemporânea, e ganha cada vez mais espaço por sua proximidade com o público, que é praticamente convidado a subir ao palco e se deleitar nos braços destes bailarinos e bailarinas que, em duas palavras, sabem o que fazem.

28/04 – Marcia Milhazes
Profunda admiradora do barroco e das mais diversas manifestações artísticas, do erudito ao popular, Marcia mistura as referências que acumulou desde a infância para compor a sua criação coreográfica, que compara a uma suculenta cebola a ser descascada com rigor e delicadeza para mostrar seu verdadeiro sabor. Obcecada pela criação de uma linguagem própria, Marcia conduz o espectador a uma viagem ao seu relicário de gestos e “afetos”, convidando os bailarinos da sua companhia a explorarem suas camadas mais íntimas durante o processo criativo do espetáculo “Sempre Seu” em 2016.

05/05 – Mariana Muniz
Coreógrafa da palavra ou atriz do desenho gestual? A poesia dançada na voz e no corpo de Mariana Muniz transita da melancolia à alegria no momento em que ela abre, ao público do documentário, os bastidores da criação de sua mais recente obra: “Fados e outros afins”, uma onírica travessia entre a Lisboa de Fernando Pessoa e o Recife de João Cabral de Mello Neto. O impreciso navegar entre a dança e o teatro encontra um porto no corpo de uma das mais autênticas artistas da dança contemporânea brasileira.

Previous ArticleNext Article
Jornalista formada pela Universidade Tuiuti do Paraná, atuando na área desde 1997 como repórter, redatora e assessora de imprensa. Em 2010, lançou o site Dança em Pauta com a proposta de empregar seu conhecimento em comunicação para divulgar a dança. Trabalhou em publicações segmentadas em Curitiba e São Paulo. Desde 2004, desenvolve trabalho de assessoria de comunicação para profissionais e empresas atuando no planejamento e execução de estratégias de comunicação interna e externa, produção de conteúdo, publicações corporativas e assessoria de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend