Festivais/Mostras, Notícias

Dança em Trânsito 2022 chega ao Rio de Janeiro

Começa nesta quarta (03/08), a etapa carioca do festival itinerante Dança em Trânsito, um dos mais longevos eventos de dança contemporânea do Brasil, que completa 20 anos com uma edição comemorativa que se estende por mais de três meses, percorrendo todas as regiões do país, incluindo uma parada em Paris no mês de setembro.

O festival, que teve início em 14 de julho, em Belo Horizonte (MG), se estende até 23 de outubro, recebendo um total de 41 companhias e artistas do Brasil, Coreia do Sul, Eslovênia, Espanha, França, Itália e Suíça e ocupando palcos e espaços públicos de 12 capitais e 17 outras cidades com espetáculos, residências, intercâmbios e oficinas.

No Rio de Janeiro, o Dança em Trânsito segue até domingo (07/08), com uma ocupação no Teatro Prudential, de quarta a domingo, em três sessões diárias, e também no entorno da Praça Mauá, com apresentações ao ar livre no domingo de encerramento.

Na ampla programação estão as cariocas Focus Cia de Dança, de Alex Neoral, com Grand Pas; Márcia Milhazes Cia de Dança, com Paz e Amor; e Renato Vieira Cia de Dança, com o espetáculo Malditos. Já a francesa Cie Felinae, do coreógrafo e bailarino Maxime Cozic, apresenta o solo Emprise. Da França, vem também a Cie Arrangement Provisoire, com Blanc – da coreógrafa e bailarina brasileira Vania Vaneau, radicada há mais de 20 anos na Europa. Já CRU é a nova coreografia do Ateliê do Gesto, companhia goianiense dirigida por Daniel Calvet e João Paulo Gross, que apresenta ainda Dança inacabada.

Grupo Tápias em cena de “Café não é só uma xícara”. | Foto: Luciana Ponso.

Ainda na programação, o Grupo Tápias, companhia franco-brasileira associada ao Espaço Tápias e a todas às suas realizações, estreia a versão integral de Café não é só uma xícara, com coreografia e direção artística de Flávia Tápias. A paulistana Clarín Cia de Dança, dirigida pelo maranhense Kelson Barros, apresenta o premiado espetáculo (Melhor Espetáculo de Dança presencial – APCA, 2021) Ou 9 ou 80, que aborda a cultura funk e a realidade de desigualdade, racismo e homofobia retratada pelos movimentos periféricos.

Ainda entre as atrações internacionais a Cie Sam-Hester, da Suíça, apresenta de Jour Blanc, adaptação de Cloud, a mais recente criação de Perrine Valli, coreógrafa da companhia; radicado na Alemanha, o coreógrafo e bailarino brasileiro Gleidson Vigne apresenta o solo Adapta-bilidade com a sua NIMO Cia de Dança, em que traça um paralelo entre a capacidade de adaptação na dança e na vida; e encerrando o evento no Rio de Janeiro, a companhia GN | MC, dos coreógrafos e bailarinos Guy Nader & Maria Campos, da Espanha, apresentam Set of Sets.

O 20º Dança em Trânsito é apresentado pelo Instituto Cultural Vale, realização e produção do Espaço Tápias e direção artística e curadoria de Giselle Tápias e Flávia Tápias.


O que: 20º Dança em Trânsito
Quando: 03 a 07/08
Onde: Rio de Janeiro
Quanto: atrações gratuitas e espetáculos R$ 30,00 (inteira)
Informações: www.dancaemtransito.com.br

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend