Cursos/Oficinas, Notícias

Casal de brincantes inicia oficinas online de Maracatu, Carimbó, Samba de Roda, Jongo e Samba de Coco

Iniciam neste domingo (11/04), uma série de oficinas online de Jongo, Samba de Coco, Carimbó, Samba de Roda e Maracatu, promovidas pelo projeto “Vivências em Danças Populares”, do casal de brincantes Natalia Sant’Anna e Bruno Cezzá, do Rio de Janeiro. As aulas, que serão pelo aplicativo Zoom, acontecerão sempre aos domingos, de 11h às 12h, com pacotes a partir de R$40 e oferecendo bolsa para moradores da periferia.

O objetivo do projeto é fortalecer a cultura popular brasileira através dos cantos, músicas e danças que guiam e incentivam a compartilhar paixões. “Nossa proposta é levar algumas histórias, músicas e danças das manifestações populares brasileiras para todos os participantes. Possibilitar um ambiente de conexão com as nossas raízes, ancestralidade e corpo, além de trabalhar ritmo e coordenação motora”, explica Natalia.

O primeiro ritmo a ser apresentado será o Carimbó, nos dias 11, 18 e 25 de abril, finalizando dia 05 maio. No domingo seguinte, será a vez do Samba de Roda, nos dias 09, 16, 23 e 30 de maio. Em junho será a vez do Jongo, nos dias 06, 13, 20 e 27. Já o Samba de Coco acontece nos dias 04, 11, 18 e 25 de julho. E para finalizar, o Maracatu nos dias 01, 08, 15 e 22 de agosto.

Fortalecer a cultura brasileira é o objetivo do projeto “Vivências em Danças Populares”. | Foto: Mariana Pires

Sobre Natalia Sant’Anna
É artista educadora com pós-graduação em Ciência, Arte e Cultura na saúde pela Fiocruz. Brincante, atriz, dançarina, pernalta (perna de pau), coreógrafa, desenvolve há mais de 10 anos pesquisas nas diversas danças populares brasileiras. Já participou de vários blocos de carnaval no Rio de janeiro: Monobloco, Carmelitas, Maracutaia Terreirada Cearense, Baile todo, Tambores de Olokun ainda atuante em alguns deles. Idealizadora, facilitadora e coordenadora da ala de dança na perna de pau do bloco Amigos da Onça e do Projeto Vivências em Danças Populares. Integrante das seguintes formações coletivas: Companhia Horizontal de Arte Pública – CHAP, Grupo Samba do Pererê, bloco Tambores de Olokun, coletivo Barracão Centelha e Gigantes na Luta.

Sobre Bruno Cezzá
É artista educador com graduação em História, pesquisador das manifestações da cultura popular brasileira, compositor, intérprete e brincante. Produziu textos para espetáculos como “Contos de Vó” e “Vida de Viajante”, integrante da Companhia Horizontal de Arte Pública, grupo Samba do Pererê, e do Coletivo Barracão Centelha.


O que: oficinas de Carimbó, Samba de Roda, Jongo, Samba de Coco e Maracatu | projeto Vivências em Danças Populares
Quando: de 11/04 a 22/08
Quanto: mensalidade de R$100,00 ou R$80,00 (a escolha do aluno)
aula avulsa – R$40,00
*bolsa para moradores da periferia
Informações/inscrições: clique aqui

Previous ArticleNext Article

2 Comments

    1. Oi Calina! Ao final da notícia deixamos um link para mais informações. É só clicar e entrar em contato com os organizadores da oficina pra mais detalhes. 😉

Deixe uma resposta para Calina Miwa Fujimura Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend