Festivais/Mostras, Notícias

Brasileiros se classificam na etapa virtual do maior campeonato de Breaking do mundo

Tem brasileiro na final do Red Bull BC One E-Battle, etapa virtual do principal campeonato de breaking do mundo, que acontece no dia 28/05, com transmissão ao vivo pela Red Bull TV. Concorrendo com participantes de 91 países, nas categorias masculino e feminino, B-Girl Maia e B-Boy Allef ficaram entre os 16 selecionados que buscam uma vaga na grande final presencial, no dia 12/11, em Nova York.

Realizada anualmente, a final do evento reúne os vencedores entre as mais de 60 seletivas realizadas em 30 países. Entretanto, há ainda uma segunda chance de participação, que beneficia principalmente os países que não sediam seletivas, são as chamadas E-Battles. Por meio de vídeos de até um minuto enviados pelos participantes, o júri – este ano formado por Admir San Andrea e pelo brasileiro Neguin – escolhe oito B-Girls e oito B-Boys, levando em conta originalidade, criatividade, musicalidade, técnica e performance.

B-girl Maia, dançarina classificada para final do Red Bull BC One E-Batlle. | Foto: Fabio Piva/Red Bull Content Pool.

Primeira brasileira a vencer diversas competições internacionais, Maia, 28 anos, é artista circense e utiliza elementos do circo, do teatro e da dança em suas apresentações. Ela também é veterana do Red Bull BC One no Brasil, tendo participado de algumas edições, inclusive da final brasileira do evento no ano passado. Além disso, é a principal responsável pelo “Encontro Online de B-Girls do Brasil”, grupo que quer construir iniciativas e projetos voltados ao protagonismo da mulher no hip hop. “A sensação é mesmo incrível, estou muito feliz por ter conseguido conquistar esse espaço no meio de B-girls do mundo todo. E a minha expectativa é a melhor possível. Sei do que sou capaz e quero dar o meu melhor, mostrar a minha dança, me divertir e desfrutar de cada momento”, afirma Maia.

Na categoria masculina, o B-boy Allef, 28 anos, se junta a Maia, que além de colega de profissão é sua namorada, para representar o país na final das batalhas virtuais. Nascido no interior do Maranhão, ele pratica a modalidade há mais de uma década. Para o B-Boy, as E-Battles trazem a oportunidade de participar de eventos em que não seria possível estar presencialmente: “É uma grande oportunidade. Estou muito mais próximo de poder competir no palco principal do mundial em Nova Iorque por meio das batalhas virtuais. E estar na Final Mundial não é apenas sobre mim, mas sobre toda uma cultura, um país e muitas pessoas que se sentem representadas. Por isso a mente tem de estar tão bem preparada quanto o corpo”.

No Brasil, as batalhas presenciais do Red Bull BC One acontecem no segundo semestre do ano.

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend