Espetáculos/Shows, Notícias

Bailarino utiliza deficiência como linguagem cênica na obra “O Canto dos Malditos”

Como parte do projeto “Um Novo Olhar”, uma parceria da Fundação Nacional das Artes (Funarte) com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), estreia nesta sexta-feira (26/02), o vídeo da obra “O Canto dos Malditos”, do bailarino e coreógrafo Marcos Abranches. Nascido com paralisia cerebral, ele encontrou na dança, mais do que um caminho para superar suas dificuldades físicas, uma vocação e uma profissão. A obra traz os processos de construção e pesquisa do bailarino em forma de videoarte.

No espetáculo solo, produzido especialmente para o projeto, Marcos usa seu corpo para expressar sentimentos como a solidão, o fracasso e a tristeza frente as atrocidades da vida, trazendo para a cena, como um desabafo, seus conflitos e questões sobre o homem e a sua inconsistência.

O objetivo do projeto Um Novo Olhar é promover a acessibilidade e a inclusão de crianças, jovens e adultos com algum tipo de deficiência, por meio das artes e da capacitação de professores e de regentes para coro. Com a exibição online de shows e oficinas, vídeo podcasts (vodcasts) e “lives” sobre arte e acessibilidade e uma série de publicações, a iniciativa tem também como alvo ampliar a percepção de toda a sociedade sobre as deficiências. O trabalho integra o programa Arte de Toda Gente, desenvolvido em conjunto pela Funarte e pela UFRJ, por meio da Escola de Música da Universidade.

Aos 43 anos, Marcos já atuou na Cia FAR 15, em trabalhos dirigidos e coreografados por Sandro Borelli e Sônia Soares como “Senhor dos Anjos”, “Jardim de Tântalo” e “Metamorfose”. Em 2007, iniciou sua trajetória como artista independente, criando o coletivo Vidança Cia, que agrega artistas de diversas linguagens e que, em 2017, passou a ser chamado de Marcos Abranches & Cia. Em seu repertório, destacam-se as obras “Formas de Ver”, “Via de Regra”, “Corpo sobre Tela”, “Canto dos Malditos” e “O Grito”. Na Alemanha, o bailarino participou do Kulturdifferenztans, em Colônia, e do Crossings Dance Festival, em Düsseldorf. Ele atuou na peça “Trem Fantasma”, uma adaptação da obra “Navio Fantasma”, de Wagner, e na ópera teatralizada “Vida e Obra de Joana D’Arc”, no Deutsche Open Berlin.


O que: projeto Novo Olhar | espetáculo “O Canto dos Malditos”, com Marcos Abranches
Quando: 26/02, 18h
Onde: www.umnovoolhar.art.br
* o vídeo permanecerá disponível no site do projeto.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend