Ler, Ver e Ouvir, Música

Bachiana Filarmônica 2020: Maestro João Carlos Martins encerra temporada em concerto com grandes convidados

No dia 11/12, o maestro João Carlos Martins e a Bachiana Filarmônica SESI-SP fazem o último concerto da Temporada 2020 – série de cinco concertos que realizam no Theatro Municipal e este ano foi transferida para apresentações online, gratuitas, com patrocínio do Bradesco através da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

O concerto se inicia com J.S. Bach e sua Suíte Orquestral nº 3, conjunto de danças dominante da música instrumental no início do século 18, em seu segundo movimento, Courante, com regência de João Carlos Martins, que convida o maestro Roberto Minczuk para conduzir a Bachiana Filarmônica SESI-SP no primeiro movimento da Sinfonia n° 40, Molto Allegro, de W.A. Mozart.

De volta ao pódio, Martins convoca a consagrada soprano Carmen Monarcha, que, como ele, faz um crossover da música clássica com a popular, para o solo em O Mio Babbino Caro, de G. Puccini. A soprano permanece no palco, agora sob a regência de Minczuk, para cantar a Habanera, peça da ópera que leva seu nome, Carmen, de G. Bizet.

Maestro João Carlos Martins e a Bachiana Filarmônica SESI-SP | Foto: Fernando Mucci

João Carlos Martins assume o piano e, sob a regência de Roberto Minczuk, nos brinda com o Concerto nº 21 para piano, talvez o mais conhecido dos concertos para piano e orquestra de W.A. Mozart, possivelmente pelo fato de seu movimento lento ter sido usado na trilha sonora do filme sueco Elvira Madigan, de Bo Widerberg, em 1967, e em Cinema Paradiso, de Ennio Morricone, profícuo compositor de trilhas para o cinema.

Carmen Monarcha, soprano brasileira de fama internacional.

Martins reassume a regência na Valsa das Flores, parte de O Quebra-Nozes e uma das peças mais conhecidas de P. Tchaikovsky, e convida novamente o maestro Minczuk e a soprano Carmen Monarcha, com participação especial de Anna Beatriz Gomes, para o Duo das Flores, ária mais conhecida da ópera cômica Lakmé, de Léo Delibes.

É dezembro e o maestro João Carlos Martins se despede do público conduzindo a Bachiana nos clássicos natalinos White Christmas, de I. Berlin, e, com a convidada especial Carmen Monarcha, a Noite Feliz, de F. Gruber.

Carmen Monarcha é uma soprano brasileira de fama internacional, formada em Solo Singing Performance no Conservatorium Van Hooge School Masstricht – Holanda, com aperfeiçoamento na Áustria e Alemanha. Há 18 anos representa o Brasil ao lado do Maestro André Rieu e sua Johann Strauss Orchestra nas turnês mundiais que já percorreram mais de 70 países. No Brasil foi vencedora de vários concursos em canto lírico. Seu último CD, Amore, ficou em primeiro lugar nas vendas no estilo clássico nas melhores lojas do ramo. Considerada uma das principais representantes do estilo crossover no Brasil e no mundo, faz um perfeito blend entre o clássico e o popular.


O que: encerramento Temporada 2020 Bachiana Filarmônica SESI-SP
Quando: 11/12, às 20h
Onde: Facebook e YouTube
Quanto: gratuito

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend