Festivais/Mostras, Notícias

13ª Bienal Internacional de Dança do Ceará terá abertura com Balé da Cidade de SP

De 09 a 19/12, será realizada a 13ª Bienal Internacional de Dança do Ceará, trazendo importantes nomes locais, nacionais e internacionais. Entre as atrações, obra de Rachid Ouramdane com o slackliner francês Nathan Paulin, o Balé da Cidade de São Paulo e a Cia Balé Baião estreando “Dançar Paulo Freire”. Toda a programação tem acesso gratuito.

A abertura oficial será em Fortaleza, no dia 9 às 19h, no Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar (IDM). Após a solenidade, a Bienal traz novamente aos palcos cearenses o Balé da Cidade de São Paulo, que há mais de 15 anos não dança nos palcos da Bienal. “Ao longo de todos esses anos da Bienal, temos a proposta de proporcionar ao nosso público a possibilidade de acompanhar a trajetória de grandes companhias, grandes coreógrafos, nacionais e internacionais, assistindo suas obras em cena”, diz David Linhares, diretor da Bienal.

Com direção de Cassi Abranches, o Balé da Cidade de São Paulo apresenta nesta edição “Isso dá um baile!”, que estreou em outubro deste ano. A coreografia de Henrique Rodovalho é inspirada no passinho, estilo de dança que surgiu nos bailes funks da periferia do Rio de Janeiro, uma mistura de vários passos de funk, hip hop, break, kuduro, popping, samba, forró, frevo e ritmos do recôncavo baiano. Além de Fortaleza, a obra será apresentada também no dia 10, na Praça da Matriz, em Paracuru.

ATRAÇÕES

Paracuru Cia de Dança com o espetáculo Inventário de Belezas. | Foto: Allan Diniz

No dia da abertura, a partir das 13h, a Praça do Ferreira será o espaço das primeiras apresentações. Começa com a performance “Blanc” (2015), do suíço Yann Marussich. O artista aparece todo de branco, de terno e gravata, e as pessoas são convidadas a responder perguntas escrevendo em sua roupa. Às 16h, o coletivo de artistas No barraco da Constância tem!, do Ceará, apresenta “Delirantes e Malsãs” (2020).

Às 17h, o francês Rachid Ouramdane traz um dos trabalhos mais midiáticos dos últimos anos, “Les Traceurs”, onde o artista/atleta francês Nathan Paulin desafia limites caminhando em fita de slackline nas alturas. Em Fortaleza, ele percorrerá uma distância de 250 metros, de um edifício no entorno da Praça dos Leões até um edifício na Praça do Ferreira, a uma altura de 50 metros. Em setembro deste ano, como parte de uma programação do dia europeu do patrimônio, Nathan fez um percurso de 670 metros, da Torre Eiffel ao Palácio de Chaillot, na Praça do Trocadero, em Paris, a uma altura de 70 metros. “O significado do que ele faz, vai além da ação em si. É superação. É a importância de manter a calma para continuar seguindo. Apesar das adversidades que levam a pensar em desistir e voltar, buscar dentro de si a força, o controle das emoções, dos medos e seguir em frente”, destaca David Linhares.

Nos outros dias, a programação segue para o Teatro B. de Paiva no Centro Cultural Porto Dragão, Teatro Dragão do Mar e Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC Dragão) no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), equipamentos da Secult-CE geridos em parceria com o IDM, Praça do Ferreira, Casa da Silvia Moura, em Fortaleza, e para as cidades de Paracuru, Itapipoca e Trairi, importantes polos da dança no Ceará, que sempre estiveram integrados à Bienal de Dança ao longo de toda sua história, por meio do trabalho conjunto com bailarinos criadores, companhias e gestores locais.

Esta edição da Bienal de Dança também presta homenagem a dois nomes que fazem parte da história da Bienal e estão de volta nesta edição, o francês Rachid Ouramdane e o pernambucano Jorge Garcia.

A XIII Bienal Internacional de Dança do Ceará é apresentada pelo Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), via Lei Estadual Nº 13.811 – Mecenato Estadual. Agradecimento: Enel. Apoio: Instituto Francês, Embaixada da França no Brasil, Consulado Geral da França em Recife para o Nordeste e Pro Helvetia. Parceria: Quitanda Soluções Criativas. Realização: Indústria da Dança e Proarte. Apoio Institucional: Instituto Dragão do Mar, Cineteatro São Luiz, Porto Dragão, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e Secretaria da Cultura do Ceará (Secult-CE).


O que: XIII Bienal Internacional de Dança do Ceará
Quando: 09 a 18/12
Onde: Fortaleza-CE
Quanto: gratuito | ingressos no site Sympla
Informações: www.bienaldedanca.com

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend